NORMA OHSAS 18002 PDF

Directrices nacionales 2. Examen inicial 3. Objetivos en materia de seguridad y salud en el trabajo 3. Adquisiciones 3. Publicaciones para consulta 3. Correspondencias con las normas de calidad y medio ambiente Anexo B informativo.

Author:Nera Shakasa
Country:Paraguay
Language:English (Spanish)
Genre:Relationship
Published (Last):6 July 2016
Pages:123
PDF File Size:18.47 Mb
ePub File Size:19.58 Mb
ISBN:298-2-13588-663-3
Downloads:24580
Price:Free* [*Free Regsitration Required]
Uploader:Zolojas



Implementao e Operao b intento recomendado que, aps usar os processos de identificao de perigos e de avaliao e controle de riscos, a organizao tenha uma estimativa completa de todos os perigos significativos para a SSO.

NOTA 1: Alguns documentos de referncia, incluindo a BS , utilizam o termo "avaliao de riscos" para abranger todo o processo de identificao de perigos, determinao de riscos e seleo das medidas apropriadas para reduo ou controle de riscos. A OHSAS e a OHSAS referem-se aos elementos individuais desse processo separadamente e utilizam o termo "avaliao de riscos" para se referirem ao segundo passo, conhecido por determinao de riscos.

As subsees 4. Tais procedimentos devem incluir: - atividades de rotina e no-rotineiras; - atividades de todo o pessoal que tem acesso aos locais de trabalho incluindo subcontratados e visitantes ; - instalaes nos locais de trabalho, tanto as fornecidas pela organizao como por outros.

A organizao deve assegurar que os resultados dessas avaliaes e os efeitos desses controles sejam considerados quando da definio de seus objetivos de SSO. A organizao deve documentar e manter tais informaes atualizadas. A metodologia da organizao para a identificao de perigos e avaliao de riscos deve: - ser definida com respeito ao seu escopo, natureza e momento oportuno para agir, para assegurar que ela seja pr-ativa ao invs de reativa; OHSAS e suficientes ou no. Estas diretrizes no tm por finalidade fazer recomendaes sobre a maneira de conduzir tais atividades.

NOTA: Para mais orientaes quanto aos processos de identificao de perigos e avaliao e controle de riscos, consulte a norma BS Em todos os casos, recomendado que se leve em considerao operaes normais e s anormais feitas na organizao e as condies potenciais de emergncia.

A complexidade dos processos de identificao de perigos e avaliao e controle de riscos depende, em grande parte, de fatores como: tamanho da organizao; condies do ambiente de trabalho na organizao; e natureza, complexidade e importncia dos perigos.

A finalidade da subseo 4. Podem ser usadas, nesses processos, informaes j desenvolvidas para fins legais e regulamentares ou outros fins. A organizao tambm pode levar em conta o grau de controle prtico que pode exercer sobre os riscos de SSO que esto sendo considerados. Uma organizao que no tenha um Sistema de Gesto da SSO pode estabelecer sua posio atual com relao aos riscos de SSO por meio de uma anlise crtica inicial. Pode ser que a organizao queira incluir os seguintes itens em sua anlise inicial sem, no entanto, se limitar a eles : - requisitos legais e regulamentares; - identificao dos riscos de SSO enfrentados pela organizao; - exame de todas as prticas, processos e procedimentos de gesto da SSO existentes; - avaliao do feedback de investigaes de incidentes, acidentes e emergncias anteriores.

Para uma anlise crtica inicial adequada, podem ser utilizadas listas de verificao checklists , entrevistas, inspees e medies diretas, resultados de auditorias anteriores de sistemas de gesto, ou outros tipos de anlise, dependendo da natureza das atividades. A existncia de procedimentos escritos para o controle de uma tarefa arriscada especfica no exclui a necessidade de a organizao continuar a realizao dos processos de identificao de perigos e de avaliao e controle de riscos de tal operao.

Alm de considerar os perigos e riscos oriundos das atividades realizadas por seus funcionrios, recomendado que a organizao considere os perigos e riscos advindos das atividades de contratados e visitantes, como tambm do uso de produtos e servios fornecidos por terceiros.

A identificao de perigos e a avaliao e o controle de riscos so ferramentas-chave para a gesto de riscos. Os processos de identificao de perigos e de avaliao e controle de riscos variam grandemente de uma indstria para outra, indo de simples avaliaes a complexas anlises quantitativas que se utilizam extensa documentao. Cabe organizao planejar e implementar processos apropriados de identificao de perigos e de avaliao e controle de riscos, que se ajustem suas s necessidades e s situaes de seus ambientes de trabalho, e que a auxiliem a estar em conformidade com todos os requisitos legais de SSO.

E recomendado que todas as medidas necessrias para a reduo e para o controle de riscos que forem identificadas sejam implementadas, antes de serem feitas quaisquer alteraes. Dependendo da natureza ou do tipo de processos a serem utilizados, pode ser necessrio que a organizao contrate uma consultoria ou servios externos ; - uso de informaes provenientes de consultas aos funcionrios, anlises crticas e atividades de melhoria tais atividades podem ser tanto de natureza reativa como de natureza pr-ativa ; - modo como so considerados os riscos de erros humanos dentro dos processos que esto sendo examinados: perigos oriundos de materiais.

Esse prazo pode variar de acordo com as seguintes consideraes: - natureza dos perigos: - magnitude dos riscos;. No se espera. A OHSAS e a OHSAS referem-se aos elementos individuais desse processo separadamente e utilizam o termo "avaliao de riscos" para se referirem ao segundo passo, chamado de determinao de riscos.

A organizao deve manter essa informao atualizada. Deve comunicar as informaes pertinentes sobre requisitos legais e outros requisitos a seus funcionrios e outras s partes interessadas envolvidas. Ou sero. Afetadas pelos requisitos legais ou por outros requisitos aplicveis, e comunique tal informao ao pessoal pertinente.

NOTA: Os objetivos devem ser quantificados, sempre que praticvel. Ao estabelecer e revisar seus objetivos, a organizao deve considerar os requisitos legais e outros requisitos, seus perigos e riscos de SSO, suas opes tecnolgicas, seus requisitos financeiros, operacionais e de negcios, bem como a viso das partes interessadas.

Os objetivos devem ser compatveis com a poltica de SSO, incluindo o comprometimento com a melhoria contnua e Sade no Trabalho.

OHSAS recomendado que sejam realizadas reunies peridicas pelo menos uma vez por ano entre os nveis apropriados da Administrao, para o estabelecimento dos objetivos de SSO. Para algumas organizaes, pode ser necessrio documentar o processo de estabelecimento dos objetivos de SSO. Os objetivos de SSO podem ser divididos em metas separadas, dependendo do tamanho da organizao, da complexidade do objetivo e do seu prazo.

Alguns exemplos dos tipos de objetivos de SSO incluem: - reduo de nveis de risco; - introduo de caractersticas adicionais no Sistema de Gesto da SSO; - passos dados para a melhoria das caractersticas existentes ou da consistncia de sua aplicao; - eliminao ou reduo da freqncia de incidentes indesejados especficos. Ao estabelecer os objetivos de SSO, recomendado que a organizao d ateno especial informaes e dados provenientes s daqueles que mais provavelmente sero afetados pelos objetivos individuais de SSO, pois assim ser mais fcil assegurar-se de que tais objetivos so razoveis e bem-aceitos.

Tambm seria til considerar as informaes e dados provenientes de fontes externas organizao como. Esse s programa s deve m incluir a documentao para: a a atribuio de responsabilidade e autoridade em cada funo e nvel pertinente da organizao, visando atingir os objetivos; e b os meios e o prazo dentro do qual os objetivos devem ser atingidos. O s programa s de gesto da SSO devem ser analisado s criticamente em intervalos planejados e regulares. Deve m ser alterado s , onde necessrio, para atender s mudanas nas atividades, produtos, servios ou condies operacionais da organizao.

Para tanto, ser necessrio o desenvolvimento de estratgias e de planos de ao, os quais recomendado que sejam documentados e comunicados. Convm que o progresso relacionado ao alcance dos objetivos de SSO seja monitorado, analisado criticamente e registrado, e que as estratgias e os planos sejam atualizados ou alterados, de acordo com a situao.

Pode-se tambm relacionar o programa de gesto da SSO a programas de treinamento especficos ver 4. Os programas de treinamento estabelecero, ademais, a distribuio de informaes e a superviso coordenada.

Quando forem esperadas alteraes ou modificaes significativas nas prticas de trabalho, nos processos, nos equipamentos ou nos materiais, recomendado que o programa estabelea novos exerccios de identificao de perigos e avaliao de riscos. OHSAS 4. Todos aqueles com responsabilidade administrativa devem demonstrar seu comprometimento com a melhoria contnua do desempenho da SSO. Tais definies podem, entre outras, ser exigidas das seguintes pessoas: - alta Administrao; - gerentes de linha de todos os nveis da organizao; - operadores de processos e toda a fora de trabalho em geral; - gestores da SSO dos contratados; - responsveis pelo treinamento em SSO; - responsveis por equipamentos que so crticos para a SSO; - funcionrios qualificados em SSO ou outros especialistas em SSO da organizao; - representantes de SSO dos funcionrios, que participam de comisses e fruns consultivos.

KIAHK BOOK PDF

OHSAS 18002 - 2000 - Sistema de gestao de seguranca e saude ocupacional.pdf

.

KBU8M PDF

OHSAS 18001:2007 - Sistemas de Gestão da Segurança e Saúde no Trabalho - Requisitos

.

BALA SAHASRANAMAM PDF

15 perguntas e respostas imperdíveis sobre a OHSAS 18001

.

CGAL ARRANGEMENTS AND THEIR APPLICATIONS PDF

OHSAS 18002:2008 - Diretrizes para a Implementação da OHSAS 18001

.

Related Articles